Imprimir

“Véu” inaugurou Roteiro das Artes… Os concelhos da Sertã, Proença-a-Nova e Oleiros uniram-se pela arte e deram corpo ao projeto Cortiçada Art Fest - Festival de Experiências Artísticas na Paisagem, que este fim-de-semana inaugura o Roteiro das Artes, um projeto intermunicipal que hoje, 31 de julho, descerrou a placa de “Veú”, uma estrutura instalada na Ribeira Grande a jusante da Ponte Filipina.

A cerimónia contou com a presença do Diretor Geral das Artes, Américo Rodrigues, da Diretora Regional de Cultura do Centro, Susana Menezes, do presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo e do vereador da autarquia de Oleiros, Paulo Urbano.
Este é um projeto que visa homenagear a interioridade e dar uma nova vida à região, especialmente depois dos incêndios de 2017.
Na Sertã a cultura sempre foi encarada como um setor essencial ao desenvolvimento dos cidadãos, enquadrou José Farinha Nunes, presidente da câmara e agora, tudo o que o concelho é em termos de arte e cultura sai reforçado com este “véu”, obra que marca o encontro entre o rural e o urbano e marcará igualmente todo o concelho. “Como acontece na cultura, daqui irradia uma luz que nos ajudará a iluminar estes tempos tão sombrios que atravessamos”, disse. Sobre o festival em si, realizado em conjunto, “é um sinal de que no interior a união de esforços nos pode levar mais longe e dar-nos a escala necessária para nos afirmarmos noutro tipo de contextos”.
Além da Sertã, Proença-a-Nova inaugura amanhã “Farol dos Ventos” e domingo, Oleiros descerra a placa de “Moon Gate”. Marta Aguiar, arquiteta do escritório de arquitetura MAG - Marques de Aguiar, que assegurou a curadoria do projeto, explicou o enquadramento das três obras que este fim-de-semana são inauguradas e que estão em locais que favorecem e contribuem para um sentido de pertença, para uma experiência estética e que eventualmente tenha uma dimensão lúdica. Assim, “cada obra refere-se a um lugar de paisagem humanizada. Em Oleiros a ribeira, que foi lugar de transição do rural e do urbano e que é cada vez mais um lugar de vivências humanas. Em Proença, Chão do Galego, a montanha como limite e como obstáculo mas também como um objetivo a alcançar. Na Sertã o Parque da Carvalha, um espaço de transição do limite da vila para o espaço rural".

Assim, a obra “procura reforçar a dupla dimensão de espaço central, de encontro, de vivências diversas e aqui estruturado pela Ribeira da Sertã com as suas memórias através das pontes”, definiu, ilustrando que o “véu é concebido a partir da âncora que é o parque, a ribeira e os seus reflexos. Através de uma sequência de planos espelhados procura-se multiplicar as experiências de paisagem urbana, rural e de memórias”, completou.
Depois de recordar os contornos que deram origem a esta iniciativa, a Diretora Regional de Cultura do Centro, Susana Menezes, elogiou a posição ativa destes três municípios que logo se mostraram interessados em dar algo de diferente aos seus territórios.
O Cortiçada Art Fest divide-se em três ações diferentes, sendo esta a de obras de Land Art que “reinterpretando o lugar e a paisagem, trazem e despoletam novos sentidos e novos questionamentos, novos olhares sobre o espaço rural”, disse. As obras assumem destaque pela sua “dimensão artística mas também social, ao habitarem lugares de memória e de vivência social plenas”, sublinhou.
Susana Menezes disse ainda que “o Cortiçada Art Fest é um manifesto de mudança no território físico e humano”.
Por causa da pandemia, esta iniciativa sofreu alterações. Ainda assim é um programa que pode ficar como referência, não só porque une territórios, mas como referência da relação da arte com o território, também no domínio da arte na paisagem”, explicou Américo Rodrigues, diretor da DGArtes.
O Cortiçada Art Fest decorre do Protocolo de Apoio Financeiro do Estado às Artes, Apoio em Parceria, Programa de Revitalização do Pinhal Interior 2019.
O Festival, associado às inaugurações, denomina-se Cortiçada Weekend e as acções (workshops, desafios e concertos) são online. Finalmente a Exposição, e o concurso associado, será re-calendarizado em data a anunciar.


ofertaB etpzp

CarBus

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
2065
Ontem
17638
Este mês
143649
Total
32180316
Visitantes Online
6