Imprimir

O Município de Oleiros ofereceu cerca de 30 máscaras sociais transparentes a pessoas com problemas auditivos, seus familiares diretos e alguns profissionais que delas dependem para otimizar o seu desempenho.

O anúncio é feito na página do Município que assim se manifesta “atento às necessidades da população” e preocupado “por uma sociedade mais inclusiva”.
Como refere a edilidade, “estas máscaras comunitárias reutilizáveis, autenticadas e produzidas em Portugal, permitem uma fácil leitura labial, agilizando a comunicação com pessoas surdas ou com problemas auditivos”. Recorde-se que em tempos de pandemia o uso de máscara e a distância social dificultam bastante a vida dos surdos, de quem está a perder a audição, dos intérpretes de linguagem gestual ou terapeutas da fala. Ver padrões labiais e expressões faciais é fundamental para quem comunica através da linguagem gestual.
Deste modo, “o Município considerou de extrema importância a aquisição desta que é a primeira máscara transparente produzida em Portugal e que foi desenvolvida em estreita colaboração com o Cietve - Centro tecnológico da Indústrias Têxtil e do Vestuário - entidade que certifica as máscaras que respeitam as recomendações da Direção-Geral da Saúde”, refere ainda a câmara.


ofertaB etpzp

CarBus

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
1679
Ontem
14127
Este mês
195936
Total
31752728
Visitantes Online
5