Imprimir

A Associação de Caçadores da Zona do Pinhal (ACZP) com sede em Cernache do Bonjardim reuniu no passado dia 20 de junho em Assembleia Geral (AG) de sócios para a eleição dos corpos gerentes para o biénio 2020-2021 e para a aprovação do relatório de contas da época cinegética 2019-2020.

Como não surgiu qualquer lista para os corpos sociais, os atuais vão manter-se e no próximo ano será feita nova eleição. Esta situação preocupa o atual presidente da direção, António Bastinho que, ligado à direção há quase 40 anos, diz não querer “deixar já a chave na porta pois isto tem dado muito trabalho. E em cima disso temos feito muita coisa”, justificou. O dirigente mantém a sua continuidade por respeito aos sócios, explicou.
Os problemas com a caça têm aumentado de ano para ano e as burocracias aumentam com eles. António Bastinho volta a lamentar a posição do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas em relação, por exemplo, ao aumento de javalis. “Temos tido muitas dificuldades. Deram-nos autorização para caçar javalis até julho, mas dão-nos 10 selos de cada vez”, disse, elucidando que “quando nos dão autorização de caçar até julho, deviam dar-nos a quantidade de selos suficiente”, mesmo porque “a freguesia de Cernache do Bonjardim tem mais de 200 lugarejos, Palhais e Nesperal também tem muitos”. Por causa desta situação, “estivemos quinze dias sem selos. Apesar de tudo, compreende que a pandemia da Covid-19 também afetou esta área, nomeadamente o processo de autorizações para poder abater estes animais e evitar o aumento de efetivos para assim, na medida do possível, poder controlar a espécie.
Quanto à possibilidade de estes animais poderem propagar doenças, nomeadamente a peste suína africana, António Bastinho explica que não há registos pois, nesta região, ao contrário de outras, quando um animal qualquer morre, não fica em cima da terra a disseminar doenças. É-lhe dado o devido seguimento. Por cá, e pelo que tem assistido, nos últimos tempos apenas dois animais causaram mais preocupação, nomeadamente um que conseguiu fugir de um laço e outro que trazia uma perfuração de um zagalote, mas que não o atingiu em órgãos vitais. A própria associação tem muita experiência nesta matéria e “damos amostras ao veterinário para analisar”, sublinhou.

No que respeita à restante caça, a associação tem feito o repovoamento de espécies, nomeadamente de perdizes. “Todos os anos largamos cerca de 100 casais de perdizes e o ano passado foi um grande ano de criação”, notou. Quanto ao coelho, “está praticamente extinto e com o calor que se aproxima não tem água e há-de acabar”, finalizou.
Nesta AG foi ainda aprovado, por unanimidade, mandatar a direção para abrir um inquérito que poderá culminar com a suspensão de um sócio do exercício da atividade cinegética dentro do espaço gerido pela ACZP, pelo período de uma época cinegética. De referir que a ACZP abarca o território da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais.


ofertaB etpzp

CarBus

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
3003
Ontem
29653
Este mês
80713
Total
32117380
Visitantes Online
17