Imprimir

BiodivSummit reúne diversos especialistas on-line… Está a decorrer durante o dia de hoje, no Centro de Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova, o BiodivSummit, este ano subordinado ao tema “A água no mundo e o mundo da água. Que futuro?”.

Neste que é o Dia Internacional da Biodiversidade, a emissão deste debate está a acontecer on-line, sendo que um dos primeiros intervenientes foi o Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes. O ministro lembrou que as águas costeiras são, neste momento, aquelas que têm uma maior pressão já que é ali que se concentra grande número da população. Quanto à preservação deste bem natural, o ministro considera que muito se tem feito, nomeadamente “graças aos investimentos na área ambiental em saneamento e recursos hídricos, temos conseguido manter a grande riqueza em termos de fauna e flora nos ecossistemas costeiros marítimos”, disse. No entanto, reconheceu que ainda há um longo caminho a percorrer principalmente nos peixes de uso aquícola, “um dos grupos mais ameaçados em Portugal em resultado das intervenções nos cursos de água, pela imposição de barreiras à circulação, da modificação das margens e da alteração das características físico-químicas e biológicas da água bem como da proliferação de espécies exóticas e invasoras”, explicou. Entre o que há a fazer está, no entender do ministro, a melhoria de “gestão e uso da água e rever os nossos hábitos de consumo”.

Olhando para o que se está a passar em todo o planeta, com a pandemia do novo coronavírus, João Pedro Matos Fernandes não mostrou dúvidas de que é tempo de alterar comportamentos e mentalidades, ou seja “a forma como a atividade económica se desenvolve. É o momento ideal para não cometer os mesmos erros, para valorizar o nosso capital natural, rural e a paisagem”. “Está na hora de assumir compromissos na área da proteção da biodiversidade”, para bem da saúde de todos, reforçou.
O governante referiu ainda que Portugal está a fazer o seu trabalho, considerando que a fórmula certa para enfrentar desafios globais é fazer “interagir a valorização do território, a economia circular e a descarbonização”. A terminar o ministro deixou a mensagem de que “preservar a biodiversidade é preservar a água, a saúde e a vida de todos”.
De referir que, durante a semana, em https://www.biodivsummit.pt/ foram disponibilizadas várias palestras, em que diversos oradores analisaram a temática da água sob inúmeras perspetivas.
Esta segunda edição exclusivamente on-line, está a ser transmitido a partir da página do evento atrás referida.

 


ofertaB etpzp

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
6055
Ontem
19322
Este mês
423297
Total
30830428
Visitantes Online
10