Imprimir

O processo de seleção dos projetos candidatos ao Orçamento Participativo 2020 de Proença-a-Nova está na fase final. Das 21 propostas analisadas pela comissão técnica foram excluídas 14, “por configurarem pedidos de apoio ou venda de serviços a entidades concretas ou excederem o montante máximo definido”, esclarece a autarquia em nota enviada à comunicação social.

Dos restantes projetos, apenas na União de Freguesias de Proença-a-Nova e Peral é ultrapassado o valor afeto ao orçamento participativo para esta freguesia pelo que os quatro projetos têm agora de ir a votos.
Assim, até ao dia 9 de junho, qualquer pessoa pode votar (apenas uma vez e num projeto) – a partir da página da Câmara Municipal, disponível em www.cm-proencanova.pt.
Como descreve a autarquia, são quatro os projetos a votos, ou seja o primeiro prende-se com a aquisição de compostores para distribuição gratuita junto da população, com uma breve formação para uma boa utilização dos mesmos. “O objetivo é reduzir o desperdício de matérias orgânicas, reduzir resíduos que iriam para aterro e, mais importante de tudo, devolver à terra nutrientes preciosos”. O investimento previsto é de 3.600 €. O projeto 3, no valor de 5.000 €, propõe a realização de um Festival de Arte Urbana, em que numa primeira etapa professores e alunos seriam convidados a estudar Arte Urbana e a desenvolver propostas para a realização de projetos artísticos. Nos dias do Festival, artistas convidados ajudariam e exemplificariam a prática artística da pintura dos muros exteriores da Escola EB 2,3 S. Pedro da Fonseca, havendo também música e espaço para convívio. As obras executadas seriam depois integradas no Roteiro das Artes do Município.
O projeto 6, no valor de 7.500 €, prevê a recuperação de açude na Ribeira da Pracana, repondo as condições anteriormente existentes, permitindo, desta forma, a criação de um espelho de água a montante do açude que pode ser incluído nos locais a visitar no concelho e a recuperação da levada que direciona a água para o moinho, podendo-se equacionar, futuramente, a recuperação do moinho pela população. O projeto 7 prevê a marcação do Percurso Pedestre “Na Rota do Vento”, aproveitando a existência de moinhos de vento nas localidades a sul do concelho. “Para além dos moinhos de vento e de água que se vêm ao longo do percurso, é objetivo deste percurso pedestre mostrar outros pontos de interesse e a beleza destas aldeias. Reforça-se que atualmente não existe nenhum percurso pedestre marcado nesta zona do concelho, podendo ser uma forma de começar a desenvolver esta região do ponto de vista turístico”. O percurso, com aproximadamente 10 quilómetros, passará pelas aldeias de Vale de Água, Bairrada e Serimógão e o investimento é de 7.500 €.
Das restantes freguesias do concelho, vão ser realizados o projeto 2: requalificação do parque infantil de Sobrainho dos Gaios, dando-lhe condições para que seja frequentado como espaço lúdico por todas as faixas etárias, no montante de 4.000 €; o projeto 4, de recuperação da cobertura de moinho e do açude em Cunqueiros, no montante de 7.000 €; e o projeto 5, de aquisição de posto de observação de aves sobre o Rio Ocreza em Padrão, investimento de 7.000 €.


ofertaB etpzp

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
3831
Ontem
19322
Este mês
421073
Total
30828204
Visitantes Online
11