Imprimir

Está no terreno, desde o dia 15 de maio, o Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais (DECIR). No seu nível II, no distrito de Castelo Branco, o dispositivo conta “a partir desta altura com 120 equipas com 581 operacionais”, disse à Rádio Condestável Francisco Peraboa, Comandante Distrital de Operações e Socorro de Castelo Branco.

“Na fase mais vigorosa, entre 1 de julho e 30 de setembro, vamos contar com um aumento de 3,3 % relativamente ao ano passado contando com um total de 809 operacionais de todas as entidades”, enumerou o comandante deixando claro que “é o maior dispositivo que sempre tivemos”. Ciente de que não é o número que traduz a eficácia do dispositivo, “é significativo porque representa um aumento de 23% relativamente a 2017, que já era muito musculado”.
Neste momento já se encontra ativa rede primária de postos de vigia que conta, este ano com mais um posto, passando de dez para onze. Em junho passará a estar ativa a rede secundária sempre a funcionar 24 horas por dia. Quanto a meios aéreos “vamos manter os três Centros de Meios Aéreos (CMA) ativos nos últimos anos, ou seja Covilhã, Proença-a-Nova e Castelo Branco com três helicópteros, com os dois aviões médios de Proença e dois aviões pesados canadair e um helicóptero médio no CMA de Castelo Branco”.
Quanto às questões levantadas sobre a pandemia da Covid-19 e o facto de ter que conviver com os incêndios rurais, Francisco Peraboa lembra que os planos de contingências das entidades, como por exemplo os bombeiros, estão no terreno desde março e “estão a ser readaptados à nova condição da Covid-19. Está tudo a ser gerido situação a situação”, disse, garantindo que até ao momento ainda não surgiu qualquer tipo de infeção nos profissionais do setor.

Por causa desta pandemia, os prazos de limpeza das faixas de gestão de combustível foram alargados mas as condições climatéricas têm estado a ajudar ao forte crescimento dos combustíveis finos. Sem querer ser alarmista, Francisco Peraboa mostra-se preocupado com esta situação, no entanto existem outros fatores que podem desencadear grandes dores de cabeça como vários focos em simultâneo. “Temos que nos ir adaptando consoante as situações forem acontecendo”, deixou ainda presente o comandante.
A nível nacional, o DECIR conta este ano com 11.827 operacionais, apoiados por 2.664 veículos e 66 meios aéreos, um acréscimo de 3% face aos números de 2019 e um acréscimo de 18% face à média dos últimos anos.


ofertaB etpzp

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
4463
Ontem
19322
Este mês
421705
Total
30828836
Visitantes Online
8