Imprimir

A Comissão Política Distrital do CDS-PP viu aprovada no início de agosto, em conselho nacional, a sua lista de candidatos pelo Círculo Eleitoral de Castelo Branco, encabeçada pela médica Assunção Vaz Patto.

Segundo refere o partido “a lista de candidatos às Legislativas 2019 foi constituída tendo em vista garantir uma representação o mais equilibrada e abrangente possível de todo o distrito, de Belmonte a Vila Velha de Ródão, de Oleiros a Idanha-a-Nova, cumprindo o objetivo de apresentar os melhores candidatos de vários sectores profissionais e etários, por forma a assegurar a representação transversal da população do distrito”.
Assunção Vaz Patto, em declarações à Rádio Condestável, disse que antes de mais este é um desafio pessoal e depois uma forma de poder contribuir para ajudar estas populações. A candidata explicou que “foi um desafio que me pôs o CDS, eu era independente, mas a ideia de facto é tentar fazer alguma coisa pelo meu distrito e por estas gentes, não estar só a ter conversas de café mas realmente tentar implementar medidas que ajudem o dia-a-dia desta população”.
Para contribuir para uma certa melhoria das condições de vida dos habitantes desta região, Assunção Vaz Patto recorda algumas das bandeiras do CDS-PP, nomeadamente a proposta que o partido tem para a criação de “um estatuto fiscal para o interior, que a ser aprovado vai permitir trazer mais empresas, diminuindo o IRC das mesmas, e diminuindo o IRS das famílias, a fim de facilitar a vinda de gente para cá”. Outras das áreas que defende são o apoio ao turismo ligado ao ambiente e o turismo cultural e histórico “porque temos um património imenso que não tem o marketing necessário para o promover”. A candidata diz ser preciso “lançar a imagem do distrito de outra forma, permitindo expor a qualidade de vida que temos e a qualidade das coisas que temos”.
As vias de comunicação são ainda barreiras em alguns casos difíceis de transpor, como é o caso da Estrada Nacional 238. Para Assunção Vaz Patto, as ligações entre pequenas e grandes comunidades são muito deficitárias, dificultando a tão desejada mobilidade das populações. A cabeça de lista pelo CDS-PP ao distrito de Castelo Branco observa que “para além de termos más estradas temos ainda maus transportes públicos entre localidades”, garantindo que “quanto à 238 já percebi que é um problema importante e que era bom conseguir melhorar as condições da estrada”.
Na lista apresentada concorre em segundo lugar Diogo Pita Botelho, em terceiro Joana Petrucci Rocha e em quarto Luís Coutinho Dias. Rui Mateus, Elisa Vasconcelos e Sousa, Paulo Rodrigues e Fernando Cascalheira são os elementos suplentes.


ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
2102
Ontem
10040
Este mês
213953
Total
26643625
Visitantes Online
7