Imprimir

Doce passou à semifinal das Sete Maravilhas Doces de Portugal... A Tigelada de Proença-a-Nova passou hoje à semifinal do concurso de 2019, Sete Maravilhas Doces de Portugal. As votações terminaram há poucos minutos e deram a vitória a este doce do concelho de Proença-a-Nova.

Em direto na RTP, estação que transmitiu durante todo o dia um programa especial dedicado aos doces finalistas do distrito de Castelo Branco, João Lobo, presidente da câmara municipal agradeceu "a todos os que contribuíram para que chegasse a esta fase. Ganhar tem sempre um sabor especial”, disse o autarca.
Uma novidade desta edição é a existência de um Grande Júri, órgão de deliberação constituído por sete figuras do espaço mediático, que será responsável pela repescagem de 8 candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas.
Os 28 pré-finalistas são divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, dois programas em direto na RTP1, transmitidos em horário nobre. Em cada semifinal são apurados os 7 doces, aqueles que tenham mais votos contabilizados. Nesta fase os sete elementos do Grande Júri assumem grande preponderância, comentando e provando os Doces.
De referir que o Chef Hélio Loureiro é o padrinho da tigelada de Proença-a-Nova. “Já levei a tigelada mundo fora nos muitos festivais de gastronomia portuguesa que efetuei”, refere o chef, recordando a vez em que confecionou este doce para os Reis da Noruega no decorrer de uma visita do Presidente da República àquele país, no jantar de retribuição, juntamente com outros produtos, receitas e doces tradicionais portugueses. Confessa que não resiste à tigelada deste concelho e não apenas por ser guloso nato. Da tigelada diz ser um “doce genuíno, com um paladar e tradição indissociávéis, pelos ingredientes e idade remota da receita. São estas ligações que criam famílias e amizades que perduram e se nutrem por tempos imensuráveis”.

Este é um produto tradicional com baixo valor energético, composto por 198 kcal por 100 gramas, valor que representa dez por cento das necessidades básicas diárias para um adulto. Possui igualmente pouca gordura: 50% de ácidos gordos insaturados, dos quais 37% é ácido oleíco, um ácido presente também no azeite que ajuda a controlar o colesterol. Estes resultados foram obtidos pelo Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar (CATAA) de Castelo Branco, que analisou a Tigelada de Proença-a-Nova, e apresentados publicamente por António Moutinho Rodrigues, diretor científico do CATAA, durante o Forúm Empresarial. “Os resultados que obtivemos são interessantes”, refere, adiantando que não é um doce muito calórico. “A fração de ácidos gordos saturados são 50%, a outra parte de ácidos gordos insaturados são bons para a saúde, pois ajudam a combater o colesterol, por exemplo”. António Moutinho Rodrigues diz ainda que se uma pessoa comer cem gramas de tigelada à sobremesa está apenas a consumir 10% das necessidades básicas diárias. “190 kcal é muito baixo”, constata.

O presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, considera que a tigelada terá agora de fazer este caminho de qualificação, como doce de território que é. “Com a inauguração da Oficina da Tigelada temos todas as condições para potenciarmos um produto que já é distintivo e que agrega em si outros sectores de atividade, como a caprinocultura, a apicultura e até a produção de citrinos, nomeadamente o limão. Queremos modernizar sem perder as características que tornam a nossa tigelada uma maravilha de sabor”, defendeu.
A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será igualmente transmitida pela RTP1, em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos pelos portugueses sete doces, como as 7 Maravilhas de Portugal®.

CarBus

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
6470
Ontem
6860
Este mês
231099
Total
27433577
Visitantes Online
12