Imprimir

Decorreu este fim-de-semana, e pelo segundo ano consecutivo na freguesia de S. Pedro do Esteval, no concelho de Proença Nova, o Festival do Peixe do Rio.

Esta é uma das zonas do concelho mais ligada à tradição do rio, muito pela sua proximidade ao Rio Ocreza e à barragem da Pracana, explicou o presidente da Câmara Municipal de Proença, João Lobo, à Rádio Condestável. Deste modo, “tirando partido de uma atividade da população, pretendemos dar-lhe ênfase e torná-la um produto gastronómico de excelência, atrair os que de fora do concelho vêm até nós, potenciando as freguesias e fazendo com que os nossos recursos sejam dinamizadores da economia”, adiantou o autarca.
No ano passado, o festival lançou as bases para a criação da Confraria do Peixe do Rio. Os estatutos estão constituídos e o caminho está a fazer-se, deu conta o autarca, confiante que “em 2019 o processo esteja concluído para que os atuais e novos confrades sejam chamados a dinamizar este produto”.
Paulo Cardoso, presidente da junta de freguesia local, destacou o forte dinamismo das seis associações da freguesia, pois todas “estiveram disponíveis para preparar o peixe do rio, e cá estamos a tentar servir o melhor que sabemos e podemos”, sustentou, até porque “os estevalenses sempre tiveram nas suas mesas o peixe do rio e confecionado das mais diversas formas, ou seja cozido, frito ou em migas”, confirmou.

Freguesia tem mural de Sílvia Mathys e Cavalheiro Cardoso

O dia do passado sábado, 6 de julho, foi ainda aproveitado para inaugurar mais um mural da autoria dos pintores Sílvia Mathys e Cavalheiro Cardoso. Este serve assim de cartão-de-visita daquele território, “aproveita o que existe na região e as potencialidades que tem”, explicou à Condestável Cavalheiro Cardoso. “É baseado nas cabras, no pastoreio, nas oliveiras, na Ponte Romana. Aproveitámos todo esse conjunto e fizemos a composição que está à vista”, acrescentou.
De inspiração serviram as pessoas que foram relatando situações e histórias, a paisagem e as “descobertas que fomos fazendo”, completou Silvia Mathys.
Porque no concelho há outras paredes brancas que desejam passar a ser bilhetes-postais, João Lobo deixou o desafio aos pintores para colorirem esses espaços, retratando assim as vivências e as histórias dos diversos locais do concelho.


ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
1160
Ontem
21702
Este mês
256651
Total
26286852
Visitantes Online
67