Imprimir

A Assembleia da República aprovou hoje, por unanimidade, um projeto de resolução que consagra o dia 17 de junho como Dia Nacional em Memória das Vítimas dos Incêndios Florestais.

"O dia 17 de junho de 2017 ficará na história como o dia em que deflagrou aquele que foi o incêndio florestal mais mortífero de sempre em Portugal, lavrando por mais de uma semana no território dos concelhos de Pedrogão Grande, Castanheira de Pera, Ansião, Alvaiázere, Figueiró dos Vinhos, Arganil, Góis, Penela, Pampilhosa da Serra e Sertã", lê-se no texto.
O presidente da república Marcelo Rebelo de Sousa já reagiu Numa nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa defende que consagrar um dia nacional às vítimas dos fogos "é um imperativo de memória" que se impõe à "consciência coletiva" do país.
"Recordar é preciso, mas também é necessário continuar a tomar as medidas de prevenção, reconstrução e de ordenamento, para que sejamos capazes de responder a situações que as alterações climáticas estão a tornar cada vez mais frequentes", acrescenta.
Na nota divulgada, Marcelo Rebelo de Sousa salienta que há que "evocar aqueles que partiram, mas também apoiar aqueles que guardam as sequelas físicas, psicológicas e materiais daquelas enormes tragédias".


ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
1444
Ontem
11467
Este mês
211367
Total
25825646
Visitantes Online
3