Imprimir

“O Planeta é uma gaiola e o mais importante é mantê-la limpa” disse em Pedrógão Grande o professor Jorge Paiva no decurso de uma palestra sobre biodiversidade.

A iniciativa foi promovida pelo Agrupamento de Escolas de Pedrógão Grande (AEPG), com o apoio da Câmara Municipal, e teve lugar no passado dia 14 de maio no auditório da Casa Municipal da Cultura (CMC).
A palestra destinou-se, prioritariamente, aos alunos do AEPG, mas foi aberta ao público em geral que praticamente lotaram o auditório da CMC.
A iniciativa teve lugar no âmbito da colaboração do professor Jorge Paiva com o Projeto “Pilritar”, desenvolvido por alunos do 8ºano do AEPG e que, entretanto viu o seu mérito reconhecido com a conquista do “4º Prémio Jorge Paiva – Escola e Responsabilidade Ambiental” e no Concurso de Ideias do “Prémio Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola", na sua16.ª Edição–2018/2019, e como uma das candidaturas selecionadas para a fase de desenvolvimento, entre mais de 1400 projetos a concurso.
Margarida Guedes, vice-presidente da autarquia deixou palavras de sensibilização para a proteção da natureza e o educar para a preservação da mesma e agradeceu depois a presença e a colaboração do palestrante que, pelo seu trajeto e prestígio, considerou ser a voz que “precisamos de ouvir”, enquadra a autarquia em nota enviada à comunicação social.
Palavras partilhadas pela coordenadora do projeto, a professora Maria da Conceição Assunção que, referindo-se depois ao projeto, apelidou de “sonho de um futuro mais simpático”.
Quanto a Jorge Paiva captou a atenção de todos para a necessidade de se proteger eficaz e sustentadamente a natureza e apelou aos jovens alunos para serem os futuros defensores dessas causas, confirmando que não gosta de manter o conhecimento só para si, e o ser conhecido entre os seus antigos alunos e todos quantos têm oportunidade de assistir às suas palestras como um orador cativante.
“O Planeta é uma gaiola e o mais importante é mantê-la limpa” foi uma das frases utilizadas e que ilustra bem a sua linguagem apelativa e motivadora. Nas últimas décadas a ação humana nos ecossistemas naturais tem vindo a afetar cada vez mais espécies da fauna e flora do planeta. As profundas intervenções das diferentes atividades humanas têm acelerado o ritmo de extinção de mamíferos e aves. A grande preocupação que existe hoje é a de que o ser humano esteja a provocar o desaparecimento de muitas espécies num curto espaço de tempo, o que poderá conduzir à redução drástica dessa biodiversidade.


Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
7445
Ontem
14341
Este mês
307781
Total
25435016
Visitantes Online
6