Imprimir

Pelo oitavo ano consecutivo os Bombeiros Voluntários de Cernache do Bonjardim (BVCB), através da sua sessão de mergulho, estão a realizar o encontro internacional de mergulho.

Este ano de modo diferente, já que durante a manhã decorreram umas mini jornadas de formação no auditório da União de freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, com a participação de Miguel Quintal, cardiologista do CHC que falou sobre o “Coração – motor da vida”, Paulo Diniz, cardiologista, capitão do exercito, que abordou o tema da Patologia e acidentes de mergulho e por ultimo João Lereno da escola de mergulhadores da Armada Portuguesa, que fez uma abordagem dos Equipamentos e a atividade da Escola de Mergulho da Armada.
Bruno Silva, um dos responsáveis pela secção de mergulho dos BVCB, explicou à Rádio Condestável que a realização destas mini jornadas era um objetivo com alguns anos e a presença destes dois médicos “é uma mais valia para toda a gente”, disse.
Estes encontros têm-se centrado numa infraestrutura que há muitos anos está submersa, ou seja a antiga ponte de Vale da Ursa, e que esta seção de mergulho quer aproveitar ao máximo, divulgando-a “ao país e para fora dele”, pois “é uma mais valia que temos”, explicou o mergulhador, adiantando que durante a tarde os colegas irão fazer “um exercício no tabuleiro da ponte, submersa a 13/14 metros. Lá haverá alguns objetos para dar corpo ao exercício”, desvendou.

Esta secção conta atualmente com 10 elementos, sendo que no próximo mês irão entrar em formação mais cinco elementos. Esta seção tem sido uma forte aposta da corporação, muito por causa da área de Albufeira que envolve o concelho da Sertã, logo “temos que estar preparados para tudo”, sustentou Bruno Silva. A Albufeira do Castelo de Bode é um dos locais a ter em atenção por esta secção e “temos treinado”, até porque “ temos muita gente a usufruir dela e no Verão muito barcos e pessoas a tomar banho e a qualquer momento pode haver algum problema”, observou.

Secção de Mergulho de Cernache conta com o apoio de todos

É importante que cada mergulhador tenha conhecimento das suas  limitações e das limitações dos seus equipamentos, daí existir a preocupação de reforçar a formação, por forma  a que, “minimizando os riscos possamos fazer a missão que nos atribuírem”, ilustrou Paulo Mariano, Comandante dos BVCB.

Por parte da Associação Humanitária dos voluntários cernachenses, Fernando Farinha, presidente da direção reforçou o apoio que é dado a esta secção dizendo que “é importante que todos os elementos tenham muita formação. Eles têm vontade e têm feito pedidos para serem bons e excelentes profissionais e a direção apoia”, confirmou.
Esta é igualmente uma mais-valia para o Distrito de Castelo Branco. Assim, como disse Amândio Nunes, 2º Comandante Distrital de Operações e Socorro de Castelo Branco, é com agrado que vê um empenhamento tão grande nesta área e elogiou os mergulhadores pois “têm um gosto enorme pelo mergulho”, vincando igualmente “o excelente trabalho e formação que têm feito. É de salutar”, notou. Quanto aos exercícios realizados nestas iniciativas” são importantes pela troca de experiências e para que todos saiamos mais ricos e o Distrito de Castelo Branco saia mais ganhador”, definiu
Estão presentes neste encontro o Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco, os corpos de bombeiros Voluntários de Cernache do Bonjardim, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Portimão e Concelho de Espinho, bem como os corpos de bombeiros municipais de Tomar e de Coruche. Ainda o Clube de Buceo SONAR ( Espanha ) e a Escola de Mergulho Casco Antiguo, Sesimbra.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7



Estatísticas

Hoje
6218
Ontem
14341
Este mês
306554
Total
25433789
Visitantes Online
79