Imprimir

Tiveram tempo para tudo... Desde 2012, é a terceira vez que a oficina de Albano Santos na Zona Industrial de Cernache do Bonjardim é assaltada. Na noite de segunda para terça-feira, de 8 para 9 de janeiro, os amigos do alheio não só furtaram algum material como também danificaram o carro da GNR que ali estava para ser reparado, descreveu à Rádio Condestável o proprietário.

Quando chegou para começar a trabalhar reparou que debaixo do carro da GNR havia muito óleo. Pensando que seria resultante da avaria não fez caso. Apenas quando chamou o vizinho a quem tinha alugado parte da oficina é que deu conta que o derrame de óleo tinha sido propositado. Os assaltantes despejaram então uma lata de 20 litros de óleo por todo o caro, por dentro e por fora. “Era o tapete, o tablier, os bancos e o tejadilho. A oficina ficou toda cheia de óleo”, descreveu.
Além de ferramentas, os assaltantes levaram também um computador portátil contendo os ficheiros dos clientes, ainda uma caixa com moedas de 0,5 cêntimos, porque “dinheiro e cheques não tinha cá, principalmente depois do roubo do ano passado. Nunca mais cá deixei nada”, diz. “Até um tubo de super cola 3 me levaram”, ironiza, desconfiado de que quando for ver o inventário das peças irá dar por falta de mais material.

O valor dos prejuízos envolvendo esta ocorrência, ainda não contabilizado na totalidade envolve o material roubado e a destruição deixada, ou seja um vidro partido, entretanto já reparado, e os danos no carro da GNR. “Os bancos têm de ser desmontados e lavados numa máquina de lavar porque a esponja está cheia de óleo”, sendo que “vou ter que ser eu a suportar tudo. Já no outro também tive que suportar", até porque "não tenho seguro”, lamenta.

Para além de não ser a primeira vez que é assaltado, também não é a primeira vez que os assaltantes danificam um carro da GNR. No ano passado, aconteceu com o jipe desta força de segurança, tendo destruído “alavancas, chave de ignição e o rádio. Tiraram inclusivamente a frente do rádio e penduraram-na naquela grade ali fora”, relembra.

Albano Santos desconfia que os assaltantes são sempre os mesmos pois é muita coincidência acontecer sempre que ali está um carro da GNR para reparar, porque “há sempre alguém que tem problemas com eles. Se for a mesma pessoa, sabe que o carro está aqui”, avança, ou então “o azar é deles (GNR) ou é meu”, lamenta.
Não só os factos ocorridos dentro da oficina são demonstrativos de uma completa calma na atuação dos larápios como até a própria intrusão no espaço. Após terem tentado entrar pela janela do escritório, a qual desmontaram, intacta, e não conseguindo entrar devida a uma grade colocada do lado de dentro, os assaltantes, recorrendo a uma pedra, partiram o vidro da montra do stand, tendo entrado por aí.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
5342
Ontem
19082
Este mês
619295
Total
14450253
Visitantes Online
26