Imprimir

Lisboa inaugurou estátua do militar e santo Português... O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa inaugurou ontem, dia 6 de novembro, no Restelo, Lisboa, uma estátua de D. Nuno Álvares Pereira. Na ocasião considerou que a figura histórica de D. Nuno Álvares Pereira personifica simultaneamente a independência nacional e a justiça social e sustentou a atualidade dos valores inerentes à ação de D. Nuno Álvares Pereira, canonizado São Nuno de Santa Maria.

A edificação do novo monumento dedicado a D. Nuno Álvares Pereira, uma peça escultórica da autoria de Augusto Cid e foi aprovada no âmbito do Orçamento Participativo da Câmara de Lisboa em 2013, depois de meio século de sucessivos adiamentos até à concretização deste projeto.
Nesta escultura, o comandante militar medieval, vencedor da batalha de Aljubarrota, empunha uma espada/cruz.
Além do Presidente da República, esta cerimónia juntou ainda o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, o cardeal Patriarca, Dom Manuel Clemente, o núncio Apostólico, Rino Passigato, o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Pedro Santana Lopes, o duque de Bragança Duarte Pio, e vários chefes militares.
De acordo com a Lusa, o Presidente da República defendeu ainda que há "uma eterna gratidão dos portugueses, crentes das mais diversas fés e não crentes, pelo exemplo de patriota de D. Nuno Álvares Pereira". "Fez uma pátria, fê-la pelas armas e pela doação comunitária, como que a dizer-nos que um Portugal efetivamente independente só o é se a determinação de lutar por essa independência for constante e consequente. Mas também se a independência chegar às pessoas, em particular aos que mais precisam. O mesmo é dizer se for uma independência com justiça social", salientou igualmente o chefe de Estado.

 No plano histórico, Marcelo Rebelo de Sousa classificou o "Santo Condestável" como um comandante militar "revolucionário" em termos estratégicos no último quartel do século XIV e um homem que "abriu as portas" de Portugal à História Moderna, com a sua efetivação como Estado soberano no concerto das nações, deixando para trás a "suserania feudal".
O simbolismo do novo monumento foi elogiado por Fernando Medina, presidente da câmara de Lisboa defendendo ser seu objetivo "a valorização do património histórico da cidade, reforçando os traços identitários nacionais".
Já o cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, defendeu que D. Nuno Álvares Pereira simboliza "o que melhor tem Portugal no seu passado, no presente e aspira a ter no futuro". "De forma cristã, D. Nuno Álvares Pereira soube defender os seus sem ofender os outros. Foi admirado com deslumbramento mesmo pelos seus adversários", frisou o cardeal Patriarca de Lisboa.

Lusa

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
1907
Ontem
12993
Este mês
425553
Total
9876922
Visitantes Online
17